Testemunho

Santuário Nossa Senhora do Carmo
1% de Chance.
17/05/2017
São José dos Pinhais
Quero testemunhar minha graça e cura, nasci com problemas dentários e no decorrer da minha infância, adolescência e na fase adulta, tive que realizar diversas cirurgias, algumas até com anestesia geral para que meus dentes nascessem, muitos foram tracionados com o uso do aparelho ortodôntico por 15 anos. Na reta final do tratamento tive que fazer a cirurgia ortognática, onde fiquei 30 dias com os dentes presos ao aparelho para cicatrização, com dieta liquida apenas, acabei perdendo 8 kg em 1 mês, achava que estava chegando ao fim meu tratamento, mas após 6 meses da cirurgia a placa superior acabou quebrando sem explicação alguma, como aquilo aconteceu. Acabei refazendo a cirurgia e retornando aos mesmos cuidados. Após 6 meses retirei o aparelho ortodôntico,fiquei muito feliz no momento e grata a Deus, começava a fase da estética que foi colocar as facetas de porcelana, para alinhar os dentes e deixar todos com aspecto bonito e saudável, por que devido ao tracionamento, os dentes vieram uns grandes outros menores e tortos. Foi realizado o procedimento e fiquei com um sorriso lindo, aqueles de comercial de TV mesmo. Mas Passando um 1 ano e meio comecei a sentir dores e odor na gengiva superior, ficava de otorrino a dentista tentando descobrir o que era, tomava antibióticos e aliviava por alguns dias, fiz varias radiografias e tomografias e nada mostrava, tudo parecia normal e os sintomas não sumiam. Em Outubro de 2016 refiz a tomografia, realizando os exames em outro centro médico, graças a Deus apareceu o problema, estava com uma bactéria que surgiu rejeitando meus dentes como um corpo estanho e começou a corroer o canal dos dentes e osso da Maxilar e mandíbula. Nesse período já havia perdido o canal de 3 dentes, começou a correria de estacionar a bactéria, em Fevereiro agora fiz a cirurgia novamente com anestesia geral para fazer raspagem na gengiva e tentar manter os dentes na boca. Após a cirurgia, minha dentista relata os fatos, a bactéria foi removida com a raspagem e os 3 dentes estão sem vida, mas permanecem na sua boca para fins estéticos.Existe grande chance da bactéria voltar e atingir os outros dentes e os ossos, se isso acontecer, os dentes deveram ser extraídos, devido as diversas cirurgias que foram realizadas durante esses 17 anos, você não tem ossos suficientes para implantes fixo , deverá usar implante móvel.
Foi ai que eu perguntei a Doutora, com tudo isso que aconteceu qual a chance de dar certo o que foi realizado? E ela me respondeu: apenas 1% cento de chance. E foi a esse 1% que me agarrei, com muita fé pedi a Nossa Senhora que olhasse por mim e por tudo que já havia passado na minha vida, que eu recebesse a cura e permanece com meus dentes na boca, que para mim significam muito. Não lembro a data exata, mas por volta do mês de março ou abril, aqui na missa com o tema de FÉ junto ao novenário durante a homilia, que o Padre disse... Se falarem a você que tem 1% de chance, acredite... Com Fé em Nossa Senhora e em Deus esse 1% é muito e possível.
Tive certeza que era para mim, um sinal de Deus me falando, confia em mim que vc recebeu a cura, já estamos em maio e graças a Deus não tenho mais dor e nem odor na minha gengiva, tenho consultas a realizar ainda como acompanhamento, mas sei que será apenas de rotina de agora em diante, porque Nossa Senhora intercedeu por mim e estou curada. Me chamo Fernanda, tenho 29 anos e sou uma filha devota de nossa Senhora e dou esse testemunho de graça recebida, porque com Deus 1% é tudo !